Batuque, se dança! Reza, se canta! - Charles Corrêa D'Oxum

Batuque, se dança! Reza, se canta!



PARA REFLETIRMOS:

BATUQUE SE DANÇA!REZA, SE CANTA!


A desanimação de algumas pessoas numa roda é algo!
Diziam os antigos “Vou dançar o batuque do 'Fulano'”.

Sim, Batuque se DANÇA, há danças ritualísticas para vários orixás, tradições que estão sendo perdidas, os novos religiosos, muitas vezes, me olham com cara de louco ao me ver dançar de determinada forma.

Cansei de ver os risos ao me verem responder as rezas.

Se falar determinada reza dum jeito diferente, ou errado, por favor, me corrijam.

Mas, antes, cantem as rezas, respondam ao tamboreiro.

Ignoro esses risos, não me incomodam. O que me incomoda é tanta gente ocupando espaço no terreiro, só pra aparecer, sem um pingo de fé.

Os orixás descem no mundo pra dançar com seus filhos.

Batuque é uma festa, quando desce um orixá ou orixá se cumprimenta, eu bato palma, festejo!

São nossos pais na terra.

Eu faço isso por que tenho FÉ.

Se você perdeu a sua, recomendo que fique em casa.

Agora, se vai no ritual pra mostrar a maquiagem, a roupa e tirar onda com os outros, pra que perder tempo, dinheiro?

Tem, no mesmo horário, tanta balada, tanta festa.

Ao contrário, experimente ir numa roda de Exu.

É todo mundo rindo, comemorando, puxando os pontos, dançando nos cantos.

Nada contra, mas vejo mais sentido nessa gente toda virar apenas quimbandeiro.

Amo ir nos batuques e dançar com meus irmãos, ao encontrá-los nas rodas.

Canto cada reza da forma que posso e, se não a conheço, tento aprender.

Tenho fé em orixá, chego aos pés dos pais pra tomar axé com o coração feliz, é minha religião.

Não entendo, porém, tanto cavalo de santo que olha com desdém quando me vê indo tomar axé.

Será que seus pais são potentes pra se manifestar no mundo mas não são capazes de colocar fé e respeito em seus corações?



CADA VEZ, OS AXÉS SÃO MAIORES, MAIS CAROS, MAIS DIFÍCEIS, POIS A FÉ É CADA VEZ MENOR. 

AGUARDO O DIA EM QUE TIVERMOS DE COLOCAR COSTELAS DE HIPOPÓTAMO PRA OGUM, TAMANHA A FALTA DE FÉ DOS FILHOS.

ANTIGAMENTE, UMA VELA SALVAVA UMA VIDA.

ANTIGAMENTE, DANÇAVA-SE UM BATUQUE COM ALEGRIA.

ATÉ A GARGALHADA DAS OYÁS TEM UM TOM DE TÉDIO, OU É IMPRESSÃO?





Autor: Ricardo de Oxum Olobá





Charles Corrêa D' Oxum

Axé a todos e que os orixás abençoe a vida de cada um hoje e sempre.
Lembre-se:
A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.


Clique aqui e curta nossa página no Facebook

Antes de sair gostaria de curtir a fanpage do blog?