Parabéns aos filhos de Oxum - Charles Corrêa D'Oxum

Parabéns aos filhos de Oxum





O dia nasce na mata linda verdejante,
clamo ao Sol seu brilho e o Rio sua corredeira,
O vento passa por mim rápido como um ser viajante,
Deslumbrando minha Mãe Oxum ao longe em sua cachoeira.

Sentada estava com um lírio na mão,
Com seu lindo sorriso encantador,
Oxum bela cantava sua canção,
Demonstrando pelas águas límpidas o seu amor.

Dessa bela Orixá cheia de encanto,
Me aproximei com olhar deslumbrado,
Ao sentir a pureza de seu manto,
E de joelhos fiquei ao seu lado.

Mãe Oxum olhou-me carinhosamente,
E para mim estendeu sua mão,
Com um afago me disse calmamente,
Tenha sempre fé, pois és meu filho, te dou proteção.

Seu brilho era lindo como diamantes raros,
Estrelas brilhavam em seus olhos de amor,
Na Cachoeira fintei seus olhos claros,
Pedindo sua benção no momento de clamor.

Senti a força das águas daquela linda cachoeira,
No meu orar saudava a linda Ora Yéyè o,
Ela sorrindo mostrava ser a grande companheira,
E saindo da cascata Mãe Oxum apareceu.

De braços abertos com seu manto de proteção,
Veio a mim para me dar luz e esperança,
Me acolhendo com amor em seu coração,
me senti protegido como nos tempos de criança.

Seu sorriso branco a mim deslumbrou,
Seus anjos em minha volta dançaram,
Seu abraço a mim acalmou,
E todos os Orixás me abençoaram.

Seu manto lindo meu corpo cobriu,
Fazendo assim minha alma brilhar,
Sobre o lindo Céu de cor anil,
Mãe Oxum veio me abençoar.

Colhendo uma flor de seu jardim,
veio sorrindo e me ofereceu,
Abrindo caminhos do inicio ao fim,
A linda Ora Yéyè o um lírio branco me deu.

Senti um grande pulsar em meu coração,
Lágrimas em meus olhos brotaram,
Seu lírio branco me deu uma proteção,
Quando suas belas mãos me abençoaram.

Seja no Sol com seu clarear,
Em dias belos de verão,
Seja na Lua no seu iluminar,
Em noites lindas como uma canção.

Minha Rainha Oxum ao meu lado vai estar,
Tirando os males do caminho meu,
Com seu manto sagrado sempre vai me abençoar,
Te peço a benção minha doce Ora Yéyè o.

Agora estou no caminho de flores,
Caminho que tem o lírio que Mãe Oxum me deu,
Sei que em todos caminhos tem dissabores,
Mas nenhum tão belo como o caminho que ela me ofereceu.

Oxum linda senhora da pele de ouro,
A ti Rainha da beleza desejo falar em verdade,
Tenho como minha Mãe e meu tesouro,
Peço que me ames e proteja por toda a eternidade.

Teu manto Santo nos da paz nos da amor,
Mamãe Oxum hoje rezo e agradeço,
Nos dá proteção e nos tira a dor,
Mostrando que nossa fé não tem preço.

Obrigado minha amada Oxum,
Orixá que tem nas mãos o poder,
Hoje não temo mal algum,
Pois tenho Mamãe Oxum pra me valer.

Sempre terei que lhe agradecer,
Tudo que a mim ofereceu como lição,
Guardando em minha vida e em meu bem querer,
Minha Mãe Oxum princesa do meu coração.




Texto de Carlos do Ogum





Axé a todos!
Charles Corrêa D' Oxum


Antes de sair gostaria de curtir a fanpage do blog?