Palavras ditas pelos filhos de Ogum - Charles Corrêa D'Oxum

Palavras ditas pelos filhos de Ogum




Após retornar de suas batalhas vitoriosas e depois de numerosos anos ausentes. 

Ogum decidiu voltar a Irê (primeira cidade construída e sob governo de seu filho) quando chegou teve a impressão que ninguém o reconhecia, tentou conversar com seus súditos e foi ignorado, Ogum cuja paciência é pequena, enfureceu-se com o silêncio geral, por ele considerado ofensivo. 

Começou a quebrar com golpes de espada sobre os potes e, logo depois, sem poder se conter, passou a cortar as cabeças das pessoas mais próximas, até que seu filho aparecer, oferecendo-lhe as suas comidas prediletas.

Quando seu filho lembrou-o que este dia era sagrado e as pessoas não podiam falar por ordem do próprio Ogum.

Então ele lamentou seus atos de violência e declarou que já vivera bastante, baixou a ponta de seu espada em direção ao chão e desapareceu pela terra adentro com uma barulheira assustadora. 

Porém, antes de desaparecer pronunciou algumas palavras. 

Palavras ditas pelos filhos de Ogum para aclamar sua defesa, caso estejam em perigo.



Axé a todos!
Charles Corrêa D' Oxum

Antes de sair gostaria de curtir a fanpage do blog?